Compras de livro

9 jan

bolsas-de-compras-11

 

Uma das coisas que mais me deixou preocupada no final do ano passado foi a quantidade de livros que adquiri em um ano e como muitos deles foram negligenciados. Pensando nisso e ao conversar com meu amigo Rafa, decidimos que não iríamos comprar ou pegar livros na biblioteca enquanto não terminássemos os que tínhamos em casa.

Ele está conseguindo, eu não.

Com a virada do ano, as pessoas fazem mil planos, decidem melhorar de vida e chega a ser até comovente! Eu também resolvi fazer meus mil planos e mudar minha vida. Não vou parar de comprar livros, acho isso simplesmente impossível. (E terão aqueles que irão defender: ah, mas sua compra é de livros, coisa importante e etc. Mas galera, o descontrole tá enorme e isso não tá legal, estou me sentindo uma viciada descontrolada.).  Então decidi que vou continuar comprando, mas de forma racional. Vou explicar como vai funcionar, porque sei que muitos passam pelo o mesmo problema, seja com CDs, DVDs, etc e assim quem sabe consigo auxiliar!?

A ideia consiste em ler os livros que já temos e assim nos premiar com compras. Eu quero tentar ser o mais radical possível, então vou fazer da seguinte forma:

Comprar dois livros após ler 3 livros da minha biblioteca particular.

Só isso? Muito simples né?

Não!

Vou complicar um pouco mais.

Tenho aqui vários livros que peguei emprestado e juro, sou viciada em livros, mas sempre devolvo os que não são meus. Mas com o tempo esse número de livros também aumentou consideravelmente, devo estar com uns dez. Eu explico: Alguns são de uma série que estou lendo, e realmente ando lendo eles. Por isso resolvi intercalar e o resultado será esse:

Ler um livro meu e um livro emprestado.

Com isso para eu comprar um título terei que ler 5 livros. E o ano já começou bombando! O primeiro título é Guerra dos Tronos. Acho que para comprar o primeiro livro do ano levarei no mínimo um mês.

Então galera, o fato é: Tudo em excesso faz mal, seja para o seu corpo, seja para o seu bolso, controle é essencial.

Claro que isso vai ser muito difícil, mas não quero ter recaídas e já estou batalhando muito para isso, pois estou louca para comprar Maus, porém eu prometo que vou tentar até o ultimo instante.

Depois volto aqui para contar como estou fazendo para não comprar um kindle e meu resultado com esse racionamento.

Não se mate

8 jan

Não se mate
Carlos, sossegue, o amor
é isso que você está vendo:
hoje beija, amanhã não beija,
depois de amanhã é domingo
e segunda-feira ninguém sabe
o que será.

Inútil você resistir
ou mesmo suicidar-se.
Não se mate, oh não se mate,
Reserve-se todo para
as bodas que ninguém sabe
quando virão,
se é que virão.

O amor, Carlos, você telúrico,
a noite passou em você,
e os recalques se sublimando,
lá dentro um barulho inefável,
rezas,
vitrolas,
santos que se persignam,
anúncios do melhor sabão,
barulho que ninguém sabe
de quê, praquê.

Entretanto você caminha
melancólico e vertical.
Você é a palmeira, você é o grito
que ninguém ouviu no teatro
e as luzes todas se apagam.
O amor no escuro, não, no claro,
é sempre triste, meu filho, Carlos,
mas não diga nada a ninguém,
ninguém sabe nem saberá.
Não se mate

Carlos Drummond de Andrade

Porque a poesia é um refrigério para a alma.

Imagem 7 jan

252132_578211225538026_757594550_n

Filme – 1/60

6 jan

19978153.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxUm namorado para a minha esposa

Título original: Um novio para mi mujer

Direção: Juan Taratuto

Nacionalidade: Argentina

Ano de produção: 2008

Duração: 1h 40 min

Gênero: Comédia

Sinopse: Tana Ferro (Valeria Bertuccelli) está sem trabalhar e seu mal humor está enlouquecendo seu marido Tenso Polsky (Adrián Suar). Sem saber como melhorar a situação, Tenso pensa em se separar e surge a ideia de arrumar um amante e uma ocupação para ela. Mas o que era para dar certo começa a dar errado e o casal acaba vivendo uma intensa e divertida história de amor. (RC)

Breve comentário pessoal:

Fui assistir este filme em uma reunião da igreja, no final da noite e inicio de madrugada todos estavam sonolentos e decidimos assistir um filme para continuarmos acordados. Quando escolheram esse título pensei: Nossa, o primeiro filme do ano e não vou começar legal. Até perceber que o filme é argentino, daí comecei a mudar de ideia, pois nos últimos tempos tenho preferido filmes argentinos.

19978133.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O filme me foi uma excelente surpresa, ele é bem comédia mesmo, e no inicio fiquei intrigada com a chatice

daquela mulher, como pode alguém muito mais estressada que eu? Outra coisa que fiquei encafifada é a falta de coragem do marido para pedir o divorcio,e  a questão do medo será tratada posteriormente pela a esposa em um sessão de terapia para casais.

um_namorado_para_minha_mulher

A partir do ponto em que ele resolve encontrar um namorado para a esposa o filme começa a ficar realmente interessante. Em uma resenha que escrevi a poucos dias do livro Charlotte Street, disse do quanto algumas pessoas nos são importantes para nos impulsionar a fazer algo melhor com as nossas vidas, e no caso foi o namorado contratado pelo o marido de Tana, que irá impulsioná-la de forma indireta a fazer esse algo novo.

O filme me foi uma grata surpresa, claro que não é o melhor filme do mundo e muitos vão achá-lo ridículo e etc, mas me foi um entretenimento de boa qualidade, longe daquelas comédias idiotas que foram feitas apenas para rir. Simplesmente adorei.

Meta 2013

5 jan

 Todo ultimo dia do ano faço uma pequena lista de coisas que quero conquistar no próximo ano e não foi diferente no ano passado. Este ano a minha lista reduziu consideravelmente perto dos outros, já conquistei tantas coisas que nem sei direito mais o que quero para 2013. Mesmo assim coloquei 15 itens na minha lista e quero publicar alguns deles aqui, os que são menos pessoais e que não vão me expor tanto e assim no decorrer do ano aquilo que eu for conquistando falo para vocês =].

  1. Ler 30 livros (não quero descontrole esse ano, mas o que vier a mais será lucro);
  2. Viajar para São Paulo;
  3. Ir à Bienal do Livro do Rio;
  4. Voltar para o inglês (e tentar levar até o fim);
  5. Passar em Letras na Federal;
  6. Assistir 60 filmes;
  7. Tentar atualizar o blog semanalmente.

Bem, tá na hora de utilizar esse blog mais como um diário virtual mesmo.

Quadrilha

1 jan

DSCF3141

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Carlos Drummond de Andrade

Tchau 2013

31 dez

Por fim, o ultimo post do dia!

Todo final de ano eu sempre digo que não gostei muito do ano que se passo, mas 2012 foi totalmente diferente. Não deixei de fazer planos, de sonhar, de acreditar, mas mesmo assim ele foi muito especial, poderia até dizer que foi o melhor dos últimos cinco anos. Este foi um ano de surpresas, algumas coisas esperadas também ocorreram, e foi um ano apaixonante que também deixará saudades.

Sempre faço no ultimo dia do ano uma lista de sonhos/planos para o ano que vai acontecer, e no final de 2011 não foi diferente, acho que a diferença é que não esperava que fosse cumprir 90% dela.

Sim, não vou listar aqui tudo, mas posso fazer um super resumo. Formei, viajei, tirei carteira de habilitação, recuperei alguns amigos antigos, fiz novas amizades, li muito, arrumei novo emprego, estive mais próxima dos meus familiares, fiz aula de dança. E muitas outras coisas ocorreram.

Para 2013 minha lista reduziu consideravelmente de tamanho, mas uma coisa que eu já sabia, mas coloquei em pratica realmente esse ano foi “Deus não faz por você aquilo que está ao seu alcance”. Pois é, aquilo que podemos fazer temos que batalhar para conquistar. Você quer viajar, começa a planejar. Quer tirar carteira? Pra que ficar perdendo tempo, corre para a auto-escola e começa logo. Não adianta ficar esperando, ou adiando, o tempo passa e você deve tentar aproveitá-lo da melhor forma possível. Em 2013 quero fazer ao menos duas viagens e já estou preparando a primeira delas e vou dizer, é muito bom quando percebemos que muitas coisas podemos fazer com nossas próprias mãos.

Infelizmente ou até mesmo felizmente, existem coisas que não dependem apenas de nós. Muita coisa temos que confiar em Deus, mas acho que isso é importante para aprendermos que somos dependentes dele e que necessitamos Dele. Nem tudo vamos conquistar em vida, mas mesmo assim é bom ter algo para sonhar e orar.

Desejo a todos um feliz 2013, cheio daquelas coisas todas que sempre desejamos, mas que principalmente você conseguia realizar mais e sonhar menos.