Arquivo | Filmes que assisto RSS feed for this section

Filmes: 3/60

23 jan

As aventuras de Pi

Ano passado resolvi ler esse livro, apesar de todas as polêmicas em que ele está envolvido com relação ao plágio que o autor fez do livro Max e os felinos, li o livro editado pela Rocco, ou seja, na época ele ainda tinha o título mais próximo ao original que é A vida de Pi, e deixo aqui registrado a minha revolta por terem dado o título ao filme e a nova edição do livro como As aventuras de Pi.

Sexta-feira fui com meus pais assistir o filme. Claro que esperava muito mais, mas ainda assim achei uma boa adaptação. Como li o livro em novembro muitos detalhes eu não sei se realmente havia no livro, mas sei de uma ou outra coisa que faltou no filme.

 Estava muito preocupada em como eles iria tratar o assunto canibalismo, pois ele era uma parte essencial à história e não poderia ficar de fora, mas eles souberam como resolver o caso.

 Achei os efeitos encantadores, e o inicio do filme é espetacular, muito lindo assim como no livro, mostrando a magia e as cores da Índia.

Meus pais saíram do cinema arrebatados.

Anúncios

Filmes: 2/60

19 jan

 

O Fantasma da Ópera

20218810.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxTítulo Original: Andrew Lloyd Webber’s The phantom of the opera

Direção: Joel Schumacher

Nacionalidade: EUA

Ano de produção: 2004

Gênero: Fantasia, Musical

Sinopse: La Carlotta (Minnie Driver) é a diva de uma conceituada companhia teatral, que é responsável pelas óperas realizadas em um imponente teatro. Temperamental, La Carlotta se irrita pela ausência de um solo na nova produção da companhia e decide abandonar os ensaios. Com a estréia marcada para o mesmo dia, os novos donos do teatro não têm outra alternativa senão aceitar a sugestão de Madame Giry (Miranda Richardson) e escalar em seu lugar a jovem Christine Daae (Emmy Rossum), que fazia parte do coral. Christine faz sucesso em sua estréia, chamando a atenção do Visconde de Chagny (Patrick Wilson), o novo patrocinador da companhia. O Visconde e Christine se conheceram ainda crianças, mas ele apenas a reconhece na encenação da ópera. Porém o que nem ele nem ninguém da companhia, com exceção de Madame Giry, sabem é que Christine tem um tutor misterioso, que acompanha nas sombras tudo o que acontece no teatro: o Fantasma da Ópera (Gérard Butler).

 

Breve comentário:

Ainda não sei como muitas pessoas podem não gostar de musicais, acredito que essas que dizem nunca separaram um tempinho para ouvir um bom musical, como Moulin Rouge, Across The Universe e O Fantasma da Opera, bem são esses os que me recordo no momento. 492649930668538_i3CniLOT_c

Sempre alimentei uma enorme vontade de assistir O Fantasma da Opera, já havia ouvido vários elogios e sabia também que tem o livro, apesar de ainda não ter tido o privilégio de lê-lo, resolvi assistir o filme primeiro. Não tenho mto a dizer, adorei, gostei muito de várias musicas. O único problema foi  assistir no serviço e o telefone por incrível que pareça não parava de tocar, pois é, o telefone quase não toca e no momento em que estava vendo o filme ele não parou um minuto, mas isso não atrapalhou a minha experiência.

Quero assistir mais musicais, alguém me indica algum?

Filme – 1/60

6 jan

19978153.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxUm namorado para a minha esposa

Título original: Um novio para mi mujer

Direção: Juan Taratuto

Nacionalidade: Argentina

Ano de produção: 2008

Duração: 1h 40 min

Gênero: Comédia

Sinopse: Tana Ferro (Valeria Bertuccelli) está sem trabalhar e seu mal humor está enlouquecendo seu marido Tenso Polsky (Adrián Suar). Sem saber como melhorar a situação, Tenso pensa em se separar e surge a ideia de arrumar um amante e uma ocupação para ela. Mas o que era para dar certo começa a dar errado e o casal acaba vivendo uma intensa e divertida história de amor. (RC)

Breve comentário pessoal:

Fui assistir este filme em uma reunião da igreja, no final da noite e inicio de madrugada todos estavam sonolentos e decidimos assistir um filme para continuarmos acordados. Quando escolheram esse título pensei: Nossa, o primeiro filme do ano e não vou começar legal. Até perceber que o filme é argentino, daí comecei a mudar de ideia, pois nos últimos tempos tenho preferido filmes argentinos.

19978133.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O filme me foi uma excelente surpresa, ele é bem comédia mesmo, e no inicio fiquei intrigada com a chatice

daquela mulher, como pode alguém muito mais estressada que eu? Outra coisa que fiquei encafifada é a falta de coragem do marido para pedir o divorcio,e  a questão do medo será tratada posteriormente pela a esposa em um sessão de terapia para casais.

um_namorado_para_minha_mulher

A partir do ponto em que ele resolve encontrar um namorado para a esposa o filme começa a ficar realmente interessante. Em uma resenha que escrevi a poucos dias do livro Charlotte Street, disse do quanto algumas pessoas nos são importantes para nos impulsionar a fazer algo melhor com as nossas vidas, e no caso foi o namorado contratado pelo o marido de Tana, que irá impulsioná-la de forma indireta a fazer esse algo novo.

O filme me foi uma grata surpresa, claro que não é o melhor filme do mundo e muitos vão achá-lo ridículo e etc, mas me foi um entretenimento de boa qualidade, longe daquelas comédias idiotas que foram feitas apenas para rir. Simplesmente adorei.

Retrospectiva de filmes 2013 + Top 10 – Filmes

31 dez

Ao contrário dos livros, eu assisti poucos filmes esse ano, mas não deixou de ser interessante. Os planos para o ano que vem é assistir mais filmes, vamos quer o que vai rolar. Vamos então a uma breve retrospectiva e logo depois um top 10 nesse mesmo post.

  1. Missão impossível 4
  2. Inquietos
  3. A primeira vista
  4. A filha do pastor
  5. Histórias cruzadas
  6. O casamento do meu ex
  7. Jogos Vorazes
  8. Vick Cristina Barcelona
  9. Watchmen
  10. V de vingança
  11. Cinema Paradiso
  12. O mágico de Oz
  13. Dirigindo no Escuro
  14. Postivamente Millie
  15. Ironias do amor
  16. Homem Aranha
  17. O segredos dos seus olhos
  18. A delicadeza do amor
  19. Casablanca
  20. Juno
  21. A dançarina e o Ladrão
  22. Ratatouille
  23. Julie e Julia
  24. Batman 3
  25. O castelo animado
  26. Pronta para amar
  27. Embriagado de amor
  28. Para sempre
  29. O legado Bouner
  30. O sorriso de Monalisa
  31. Across the universe
  32. De volta para o futuro
  33. Negócio arriscado
  34. Bonequinha de luxo
  35. Sherlock Holmes 2
  36. Cisne Negro
  37. Meia noite em Paris
  38. De volta para o futuro 2
  39. As vantagens de ser invisível
  40. Aprendendo a viver
  41. Coração de tinta
  42. Nick e Norah – Uma noite de amor e musica
  43. Apenas uma vez
  44. Lembranças
  45. O noivo da minha melhor amiga
  46. Robin Hood
  47. Para Roma com Amor
  48. O Hobbit

TOP 10

10. Sherlock Holmes 2

9. Juno

8. V de vingança

7. Vick Cristina Barcelona

6. Lembranças

5. Casablanca

4. Meia noite em paris

3. Across the universe

2. O segredo dos seus olhos

1. O Hobbit

Filmes que assisto

17 jan

À Primeira Vista

Título original: At First Signt

Lançamento: 1999 (EUA)

Direção: Irwin Winkler

Atores: Val Kilmer, Mira Sorvino, Kelly McGillis, Steven Weber.

Duração: 129 min

Gênero: Romance

 

Sinopse:

Amy (mira Sorvino) se apaixona por Virgil (Val Kilmer), homem bonito que ficou cego acidentalmente na infância. Surge uma esperança, através de um novo tratamento experimental, e Virgil é operado com sucesso. Ele recomeçará tudo de novo, aprendendo mais uma vez a enxergar a luz do dia e, quem sabe, descobrir a força do amor.

 Trailer

O que achei do filme:

Sempre tive vontade de assistir esse filme, pois uma vez ele passou na Globo e eu era muito nova e não consegui assisti-lo até o fim, então após muitas tentativas encontrei para baixar e finalmente o assisti.

Gostei deste filme, não só pelo o lado romântico que ele tem, mas pela mensagem que ele consegue nos transmitir. A primeira mensagem que consegui captar é com relação as mudanças na nossas vidas, Virgil no primeiro momento estava receoso com relação a cirurgia, ele não queria fazê-la, mas é como o médico disse “Se não der certo, vc não irá perder nada”, claro que é um pouco brincar com as esperanças, mas porque não ariscar? A cegueira ele já tinha, agora ele só tinha que lutar para conquistar a visão. E também tem a irmã dele que não queria permitir, porque ela saberia que se ele voltasse a enxergar a sua vida enfrentaria grandes mudanças, e que estas não seriam as mais simples, ele teria que aprender a enxergar as coisas…

A outra mensagem que me encantou muito foi que a cada coisa que Virgil enxergava ele se apaixonava, se encantava, podia ser a pichação mais horrorosa, ele encontrava ali a arte, pelas misturas de cores, ele via pássaros na rua e isso era motivo para comemorar. E o que quero dizer com isso é que, às vezes vemos tantas coisas no nosso caminho, mas como a visão já é algo natural, não conseguimos mais perceber a beleza, não valorizamos mais as coisas simples da vida. Vemos, porém não enxergamos.

No inicio achei o filme um pouco chato, mas acabei gostando, porque ele é um filme simples, mas que consegue nos passar algo grandioso.

Filmes que Assisto

16 jan

No fds assisti 3 filmes, durante a semana devo postar um pouquinho sobre cada um deles.. Então vamos começar pelo o primeiro. Lembrando que não pretendo aqui fazer nenhuma crítica em relação aos filmes, só quero expor o meu ponto de vista e conversar com vocês um pouquinho sobre eles, assim aqueles que compartilham do mesmo gosto que eu podem também assisti-los.

Inquietos

 Titulo Original: Restless

 Gênero: Drama
 Duração: 91 min.
 Origem: Estados Unidos
 Estreia: 25 de Novembro de 2011
 Direção: Gus Van Sant
 Roteiro: Jason Lew
 Distribuidora: Sony Pictures
 Censura: 12 anos
 Ano: 2011

Sinopse:

Annabel Cotton (Mia Wasikowska) é uma bela e encantadora paciente terminal de câncer com um profundo amor pela vida e pelo mundo natural. Enoch Brae (Henry Hopper) é um rapaz que perdeu a fé na vida, após uma tragédia familiar. Quando esses dois se esbarram por acaso em um funeral, descobrem muitas coisas em comum em suas vivências extraordinárias de mundo. Para Enoch, isso inclui seu melhor amigo, Hiroshi (Ryo Kase), o fantasma de um piloto de caça kamikaze. Para Annabel, envolve sua admiração por Charles Darwin e seu interesse pela vida de outras criaturas do reino animal. Ao saber da morte iminente de Annabel, Enoch oferece-se para ajudá-la a enfrentar seus últimos dias com humor e descontração, desafiando o destino, a tradição e até a própria morte.

Trailer:

O que achei do filme:

Fiquei sabendo deste filme ao ler um tweet de um colega de classe dizendo que este foi o melhor filme que ele viu no ano passado, então decidi assistir o trailer e me apaixonei. Então resolvi baixá-lo e diferente de grande parte dos filmes que eu baixo (eu baixo vários filmes e nunca os assisto), decidi assisti-lo.

Vamos então, achei Inquietos super doce. Sim, ele tem um final previsível, e eu acreditei que iria chorar, já fui assistindo pensando “Vou chorar no final”, porém não chorei. O final era o que eu esperava, mas senti uma tristeza com um leve toque de alegria, seria isso possível? Achei especial a forma como tudo acontece, Annabel desde de cedo avisa a Enoch que estava doente e se ele o abandonasse não seria surpresa, porém ele decide ficar ao lado dela e fazer dos dias dela os mais especiais possíveis e assim passando a ver a vida de uma forma diferente.

Adorei o filme, porém já vou avisando, a impressão que tenho é que ele não é algo agitado e sim um filme leve e calmo, tem os seus momentos de emoção, mas sem perder a delicadeza.

Filmes que assisto

7 jan
Ontem fui ao cinema com meu amigo Rafael Antônio, ele me chamou na quinta-feira e nem tinha ideia do que assistir, daí resolvemos assistir “Tudo pelo poder”, porém ele saiu de cartaz dos cinemas mais próximos então optamos pelo Missão Impossível – Protocolo Fantasma.

Ficha técnica:

Título Original: Mission Impossible – Ghost Protocol

País: EUA

Ano: 2011

Gênero: Ação

Direção: Brad Bird

Duração: 132 min

Censura: 14 anos

Elenco: Tom Cruise, Jeremy Renner, Simon Pegg, Paula Patton, Michael Nygvist, Vladirmir Mashkov, Josh Holloway, Anil Kapoor, Léa Seydoux.

Sinopse:

Acusado pelo bombardeio terrorista ao Kremlin, o agente da IMF Ethan Hunt (Tom Cruise) é desautorizado com o resto da agência quando o presidente dá início ao “Protocolo Fantasma”. Deixado sem qualquer recurso ou apoio, Ethan tem de encontrar uma maneira de limpar o nome de sua agência e prevenir um outro ataque. Para complicar mais as coisas, ele é forçado a assumir esta missão com uma equipe de colegas fugitivos da IMF, cujos motivos pessoais não conhece completamente.

Trailer: 

O que eu achei do filme:

Antes de começar quero dizer que não vou fazer aqui nenhuma critica ou análise técnica do filme, até pq eu não tenho esse tipo de experiência, só quero colocar o que achei mesmo sobre ele.

Eu não sou muito fã de ação, prefiro os romances. Porém gostei muito desse filme, ele me prendeu na cadeira do cinema, e por diversas vezes tive que me lembrar de respirar. É o tipo de filme que por pouco não me fez roer as unhas, e não sei se sou muito fraca, mas algumas horas dei alguns gritinhos sufocados. Detalhe: achei muito fofo o que o agente Ethan Hunt diz que fez pela esposa por amor.

A mais:

Essa partizinha do post não é ligada ao filme é só para agradecer a minha amiga Drika Nobre por ter trocado o Layout do meu blog. Ficou super fofo! Amiga, obrigada.