Arquivo | agosto, 2012

Leituras do mês

29 ago

Como tenho certeza que não irei ler mais nenhum livro este mês resolvi fazer o post das leituras realizadas agora de uma vez.

Leituras propostas:

  • As crônicas de Nárnia – C.S. Lewis
  • A História Final – Álvaro Cardoso
  • 1984 – George Orwell
  • Melancia

Leituras realizadas:

  • As crônicas de Nárnia (resenha)
  • O último voo do flamingo – Mia Couto
  • A história final (resenha)
  • Cristianismos puro e simples (resenha)
  • Feliz dia dos namorados – Charles M. Schulz
  • 1984

A proposta desta tag é falar um pouco sobre cada leitura realizada, mas como fiz resenha de alguns livros vou falar somente daqueles em que eu não comentei nada aqui, o único que não vou falar será o “Feliz dia dos namorados” porque este eu quero fazer um post especial.

O ultimo voo do flamingo

Mia Couto

Eu havia lido um livro do Mia Couto na época do vestibular, ele era uma das leituras indicadas e tenho que dizer que gostei muito, nunca havia lido nenhum autor africano, e gostei de ler o português de Moçambique. Recordo que nas aulas de Literatura o professor sobre explicar direitinho cada metáfora que continha naquele livro que também era cheio de símbolos. Este ano decidi que gostaria de ler outra obra dele e escolhi este livro que é o quarto romance do autor.

O livro se passo após um tempo da guerra civil, quando os soldados da ONU estão em Moçambique para acompanhar o processo de paz, porém em uma vila chamada Tizangara, estranhamente soldados começam a explodir sendo encontradas apenas algumas partes deles.

Assim como o outro livro que li do autor, este é cheio de simbolismos, trazendo um pouco da cultura daquele povo. Personagens são muito bem construídos e a história é envolvente, você fica curioso para saber o que está acontecendo. O português é bem poético e o autor traz um pouco sobre o conflito entre a modernidade e antiga cultura local.

(o outro livro que li dele chama-se “Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra”)

1984

George Orwell

Também já havia passado pela experiência de ler George Orwell, e como diz meu amigo “É impossível ler Orwell e permanecer indiferente”. O autor através deste livro nos leva a questionar a sociedade em que vivemos, o livro é um tanto antigo, mas consegue ser atual nas suas ideias. O livro se passa em uma geração futurista, sim ele foi publicado em 1949, o que faz do ano 1984 um futuro bem distante da realidade do autor. Trata-se de um país que vive diante de um governo totalitário, onde as pessoas são controladas por teletelas, aparelhos que nunca podem ser desligados, estas funcionam como televisores onde também tem um mecanismo de filmagem. A população é alienada, e por isso ninguém se questiona sobre os atos do governo. Tudo é controlado por esse governo que aparece na imagem de um “Grande Irmão”, imaginem, ele é capaz de controlar o passado (apagando a história e reescrevendo para adaptá-la a realidade local) e até o pensamento.

“Gerra é Paz, Liberdade é escravidão, Ignorância é força.” (Lema do partido do livro)

O livro é excelente! Existem alguns momentos bem perturbadores e por isso optei em ler juntamente com algum outro livro, mas Orwell consegue nos incomodar, nos tirar de um lugar comum e a questionar o que anda acontecendo.

Sobre as leituras do mês de setembro, eu não vou fazer nenhuma programação, posso adiantar que estou lendo três livros:

  • Fora de órbita – Woody Allen
  • O ano da morte de Ricardo Reis – José Saramago
  • Cecília Meireles Seleções – Maria Fernanda

Provavelmente irei ler a “triologia” do O Guia do Mochileiro das Galáxias.

Até breve!

Como funciona este blog

29 ago

Pessoal essa semana senti a necessidade de falar um pouco sobre isto, já que venho fazendo muitos postes de livros e apenas isso.

A proposta inicial do blog era falar sobre tudo o que me chama atenção, musicas, filmes, livros e etc, mas este ano o único assunto que tem me despertado interesse são os livros, acho que nunca li tanto quanto este ano, apesar de sempre ter adorado ler. Porém em 2012 o meu interesse por livro aumentou consideravelmente, principalmente por estar pegando só obras de riquíssima qualidade, então este tem sido meu único assunto. Por fim decidi o que vou fazer com este espaço, não vou torná-lo um blog literário, mas vou aproveitar o momento para falar muito sobre livros e talvez um pouco sobre alguns vídeos que ando assistindo no youtube. Então nos próximos postes vou falar sobre livros, poesias, talvez filmes e musicas. O blog não terá um dia fixo para atualização, elas vão acontecer aleatoriamente sendo que em um dia pode ocorrer mais de uma.

E para terminar, iniciei a leitura de um livrinho que tenho da Cecília Meireles, irei ler uma poesia diariamente, e provavelmente irei postar algumas por aqui.

Então é isso.

Bjos

Cristianismo Puro e Simples – C.S. Lewis

24 ago

“Se descubro em mim um desejo que nenhuma experiência deste mundo pode satisfazer, a explicação mais provável é que fui criado para um outro mundo. Se nenhum dos prazeres terrenos satisfaz esse desejo, isso não prova que o universo é uma tremenda enganação. Provavelmente, esses prazeres não existem para satisfazer esse desejo, mas só para despertá-lo e sugerir a verdadeira satisfação.” C.S. Lewis

Primeiro quero agradecer ao Fernando Freire pela indicação deste livro que segundo ele é o livro que todo cristão deveria ler. Ao concluir a leitura posso dizer o mesmo e ainda acrescento que todo aquele que não é cristão, mas tem duvidas sobre o Cristianismo deveriam ler este livro que é muito esclarecedor.

O livro reuniu uma série de texto que originalmente foi divulgado na forma de programa de rádio. O livro é brilhante! Lewis procurar falar sobre várias questões que sempre rondaram a mente de muitos cristãos. O mais interessante do livro é que Lewis utiliza muitas metáforas o que faz do livro algo mais didático.

Eu poderia ficar horas aqui discorrendo sobre o livro, mas acredito que a experiência de lê-lo é única e pessoal, acredito que todos deveriam ler e tirar suas próprias conclusões. O que posso dizer é que o autor realmente nos mostra o Cristianismo de uma forma simples, claro que nos faz pensar sobre várias questões, mas isso torna o livro mais interessante ainda. ­

 “Quão monótona é a semelhança que iguala todos os grandes tiranos e conquistadores; quão gloriosa é a diferença dos santos.” 

C.S. Lewis

Ps ¹.: Não deixem de visitar o blog do Fernando que tem uns textos muito lindos sobre fé, cristianismo, vale a pena =). http://nandofreire.blogspot.com.br/

Ps ².: Sei que já coloquei essa musica, mas já que este foi  um mês mto Lewis na minha vida, vou postar novamente.

Diário de Leitura #4

22 ago

“Você tem que pedir ajuda de Deus. Mesmo depois de pedir, poderá ter a impressão de que ajuda não vem, ou vem em dose menor que a necessária. Não se preocupe. Depois de cada fracasso, levante-se e tente de novo. Muitas vezes, a primeira ajuda de Deus não é a própria virtude, mas a força para tentar de novo.”

C.S Lewis – Cristianimos Puro e Simples

Hoje é dia de festa!!!

21 ago

É incrível como o tempo passa rápido, na verdade eu até acredito que o que faz o tempo voar seja o acumulo de tarefas do dia-a-dia, mas isto não vem ao caso, o que quero falar mesmo é que nem parece que foi há um ano que este blog foi criado. Sim! Mês de agosto é mês de festa aqui neste espaço, é o mês mais alegre aqui no Mon Petit Journaliste, pois foi no dia 21 de agosto que ele recebeu sua primeira postagem. E esta data não poderia passar em branco.

É um ano de vida, sim é isso mesmo Vida, porque este blog é vivo, seu formato vai alterando com o passar do tempo, muitas mudanças aconteceram. Foi um ano que totalizou 62 posts, 2 páginas, 14 categorias, 146 comentários e quero agradecer a vocês que ajudam a manter este espaço vivo. Obrigada pelo carinho e espero que vocês continuem aqui juntinhos deste local, opinando e contribuindo para o nosso crescimento.

Agradeço especialmente a Adriana Nobre que me auxiliou na criação deste blog, na escolha do servidor, do nome e do layout. Obrigada amiga!

Parabéns então ao Mon Petit Journaliste!!!

Vamos apagar a velinha???

Amarello Amor

19 ago

Direção: João Simi
Atriz: Carolina Ferraz
Texto e Locução: Carolina Ferraz
Roteiro: João Simi e Tomas Biagi Carvalho
Montagem: Beto Araújo
Direção de Fotografia: Rafael Levy
Assistente de Fotografia: Bruno Vieira
Trilha Sonora Original: Sonido
Produção: Marina Ferriani
Direção de Arte: Tomas Biagi Carvalho
Styling: Helena Sicupira
Revelação e Telecine: Casablanca
Colorista: Samantha
Pós Produção: Dínamo Filmes
Produção Dínamo: Carol Pessini
Coordenação de Finalização: Tutu Mesquita e Lívia Piassa
Agradecimentos: Alex Amati / Silvia Jabali / Carolina Krieger / La Perla / Juliana Benfatti

Autor da Vez

15 ago

George Orwell é o pseudônimo de Eric Arthur Blair, nascido em 1903 na Índia. Orwell foi escritor, jornalista e crítico, um dos autores mais influentes do século XX. O autor ficou famoso pelas obras Revolução dos bichos e 1984. Faleceu aos 46 anos em Londres vitima de tuberculose.